Descubra as ações que pagam dividendos e como escolher

Investir em ações que pagam dividendos é uma forma de ter rentabilidade em longo prazo. Veja se vale a pena e como escolher.

As ações que pagam dividendos estão entre as mais cobiçadas da bolsa, principalmente pelos investidores com visão de longo prazo. Ao comprar um desses papéis, você passa a receber uma parte dos lucros líquidos da empresa periodicamente.

O valor recebido varia de acordo com a quantidade de ações do investidor, porcentagem dos lucros determinada pela empresa e seu desempenho financeiro no período. Por isso, a tendência é priorizar as empresas com resultados sólidos e gestão madura.

Se você quer investir em ações que pagam dividendos, comece pela leitura deste artigo que esclarece as vantagens e critérios desse tipo de investimento.

Todas as ações pagam dividendos?

Em tese, todas as ações pagam dividendos porque as empresas são obrigadas por lei a distribuir uma parte de seu lucro líquido entre os acionistas.

Segundo a Lei nº 6.404 de 15 de dezembro de 1976, as empresas listadas na bolsa devem pagar, no mínimo, 25% de seus lucros aos detentores das ações. Mas, na prática, cada empresa pode determinar em estatuto qual porcentagem será distribuída e com qual frequência, e essa divisão de lucros fica sujeita ao desempenho financeiro do negócio. 

Por isso, é muito comum que a empresa postergue o pagamento desses proventos para preservar o caixa, pague um valor irrisório ou mesmo opte por reinvestir a maior parte do lucro no negócio — o que pode valorizar a ação — em vez de distribuir aos acionistas. 

De modo geral, as ações que pagam os maiores dividendos são de empresas estáveis e sólidas, com um histórico de lucros consistente, que buscam atrair mais acionistas com essa vantagem. Ainda assim, há exceções à regra, e o investidor deve considerar outros critérios como a política de distribuição dos dividendos, periodicidade e outras formas de proventos que a ação possa oferecer. 

Por que buscar ações que pagam dividendos 

Há várias razões para priorizar as ações que pagam dividendos, principalmente se você procura retorno em longo prazo.

Confira alguns benefícios desses papéis.

Rentabilidade superior

Muitos investidores procuram as ações que pagam dividendos para aumentar sua rentabilidade em longo prazo e alcançar a independência financeira. Afinal, viver de dividendos é uma das melhores perspectivas para quem investe na bolsa e busca resultados consistentes. 

Maior resistência às crises

Outra vantagem das ações que pagam dividendos é sua característica defensiva, já que as grandes empresas têm mais condições de superar momentos de crise e podem continuar distribuindo seus lucros.

No entanto, é sempre bom lembrar que o histórico positivo não é garantia de pagamento, pois a empresa pode adiar ou suspender os dividendos a qualquer momento se a situação financeira se complicar. 

Isenção do IR

O recebimento de dividendos também pode ser isento do Imposto de Renda, desde que a empresa pague o tributo antes de repassar os lucros aos acionistas. Essa vantagem vale apenas para pessoas físicas, pois, nesse caso, a Receita entende que a tributação seria dupla se o investidor também pagasse. 

Também é importante considerar a nova tarifa sobre proventos da B3, de 0,12% sobre dividendos e juros sobre capital próprio, que é cobrada dos investidores que somam mais de R$ 20 mil sob custódia desde janeiro de 2020.

As melhores ações que pagam dividendos

Escolher as melhores ações que pagam dividendos é uma tarefa complexa, pois são muitos fatores envolvidos. Primeiro, é preciso calcular o dividend yeld (DY), um indicador que compara quanto a empresa paga em dividendos em relação à cotação de suas ações no ano. 

Uma empresa que paga bons dividendos deve ter um DY de no mínimo 5%, mas as melhores podem ultrapassar os 7%. Outro ponto essencial é usar a análise fundamentalista e técnica para entender se a empresa possui uma gestão eficiente, com resultados consistentes e boas perspectivas em curto, médio e longo prazo

Além disso, é preciso diversificar a carteira de ações que pagam dividendos para se proteger das oscilações nas empresas, e aplicar estratégias de reinvestimento dos lucros recebidos para comprar mais ações — quanto mais ações você tiver, maior será o valor recebido periodicamente.

Mas, como em qualquer estratégia de renda variável, investir em ações que pagam dividendos exige um olhar de longo prazo

O maior exemplo é a situação atual da bolsa, duramente afetada pela crise do coronavírus: empresas conhecidas por pagar dividendos altos como Petrobras, Lojas Renner, Fleury e EDP anunciaram o adiamento ou cancelamento da distribuição de lucros para se proteger do mercado em queda, conforme noticiado na Istoé em abril de 2020.

Ou seja: até as empresas mais sólidas podem deixar de pagar dividendos em situações críticas, quando suas ações se tornam ainda mais cobiçadas. Por isso, o ideal é contar com analistas experientes para recomendar as melhores ações que pagam dividendos, como na carteira da Capital Research — assim, você terá mais segurança para montar seu portfólio.

Recomendados

Investimentos

O que é payout e 4 ações que pagam dividendos

Em dúvida sobre o que é payout e sua relação com as empresas pagadoras de ...

2 anos atrás

Investimentos

Dividend Yield: o indicador de rendimento de dividendos para acionistas

Já ouviu falar do Dividend Yield? Nós, da Capital Reseach, preparamos um artigo ...

2 anos atrás

Investimentos

Saiba tudo sobre agenda de dividendos. Veja como nós explicamos aqui.

Uma das formas de se ganhar dinheiro com ações é pelo recebimento de parte dos ...

2 anos atrás