Ativo gerador de renda: o que é, tipos e como investir

Entenda mais sobre investimentos em ativos geradores de renda como imóveis ou ações, e confira seus tipos

Você quer investir em um ativo gerador de renda, mas não sabe por onde começar?

Se você pensou em comprar imóveis ou ações, está no caminho certo, mas existem várias possibilidades para obter uma renda mensal.

Basicamente, você terá que investir em aplicações com rentabilidade contínua, que remunerem por juros ou dividendos, por exemplo, e não tenham que ser vendidas para isso.

Quer conhecer as opções de ativos geradores de renda e montar sua carteira?

Continue a leitura.

O que é ativo gerador de renda

O ativo gerador de renda é uma aplicação que retorna rendimentos periódicos ao investidor, seja na forma de juros, dividendos ou aluguéis.

Um exemplo básico são as ações da bolsa e fundos imobiliários, que geram renda variável e recorrente.

Se um dos seus objetivos é obter renda extra no mercado de capitais, é fundamental incluir ativos geradores de renda no seu portfólio.

Para entender melhor o conceito, é só comparar com os outros dois tipos de ativos financeiros:

  • Ativos de reserva financeira: são os investimentos em renda fixa, que possuem risco baixo e oferecem rendimentos predeterminados e alta liquidez, como um CDB (Certificados de Depósito Bancário) com liquidez diária
  • Ativos de crescimento: são ativos incertos no curto prazo, mas com grandes chances de aumentar o patrimônio em longo prazo, como os ETFs (Exchange Traded Funds, os fundos negociados em bolsa) e as ações.

Ou seja: enquanto os ativos de reserva financeira servem para guardar dinheiro de forma segura para emergências, os ativos de crescimento são focados no crescimento patrimonial em longo prazo.

O ativo gerador de renda fica entre os dois tipos, pois não possui a mesma liquidez e estabilidade da renda fixa, mas também não exige prazos longos para oferecer retorno.

Apesar da renda variável, esse tipo de investimento garante uma renda frequente e passiva, em intervalos regulares.

Então, se você quer receber uma remuneração constante pelos seus investimentos — o famoso viver de renda — , é uma ótima opção.

Lembrando que o ideal é incluir os três tipos de ativos, de acordo com seus objetivos financeiros.

Tipos de ativos geradores de renda

Para compor uma boa carteira de investimentos, é possível diversificar e incluir vários tipos de ativos geradores de renda.

Conheça os principais a seguir.

 

Imóveis

Os imóveis são o tipo mais tradicional de ativo gerador de renda, que fornecem um valor mensal quando locados para terceiros.

No entanto, também são investimentos que geram custos e trabalho para o proprietário, que precisa pagar pela manutenção do imóvel e lidar com a imobiliária.

Na prática, é mais complexo administrar vários imóveis do que outros tipos de aplicações, mas continua sendo um dos investimentos mais populares.

 

Fundos imobiliários

Os fundos imobiliários são uma alternativa inteligente à compra de imóveis, que geram renda passiva com investimentos mais baixos e uma diversificação maior.

Basicamente, são fundos negociados na bolsa de valores que reúnem diversos investidores e oferecem o pagamento recorrente de aluguéis.

A vantagem é que você pode comprar cotas e ter acesso a fundos com imóveis variados, que também incluem o segmento comercial (edifícios de escritórios, shopping centers, galpões logísticos, etc.).

Inclusive, em tempos de juros baixos, os fundos imobiliários também avançam: em janeiro de 2019, o setor cresceu 36% no varejo e 12,5% no private, segundo dados da Anbima publicados na Exame.

 

Ações

Para os investidores de perfil mais arrojado, as ações são excelentes ativos geradores de renda.

Ao adquirir os papéis, você se torna sócio de empresas e tem direito a receber dividendos e juros, que são distribuídos entre os acionistas de acordo com os lucros da organização.

Atualmente, a bolsa está em ascensão, com avanço de volumes de 28,1% no varejo tradicional e alta renda em julho de 2019, segundo os dados da Anbima.

Um dos motivos para esse crescimento é a redução da Taxa Selic, que derruba os ganhos da renda fixa.

Vale lembrar que as ações são investimentos com risco mais alto e oscilações consideráveis, que exigem conhecimento e cautela do investidor.

Para quem procura uma renda mais garantida, a melhor opção é investir em segmentos conhecidos por pagar bons dividendos, como os bancos e concessionárias de serviços públicos.

 

Tesouro IPCA com Juros Semestrais

O Tesouro IPCA com Juros Semestrais, disponível pelo Tesouro Direto, oferece um fluxo de rendimentos periódicos — no caso, cupons semestrais.

O título tem sua rentabilidade composta por uma taxa predeterminada acrescida do IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo), ou seja, à inflação.

Logo, você pode utilizar esse ativo para gerar renda em médio prazo, recebendo pagamentos semestrais com toda a segurança do Tesouro Direto.

Vale a pena investir em ativo gerador de renda?

Se você busca uma fonte de renda passiva e contínua, vale muito a pena investir em um ativo gerador de renda.

Mas a regra de ouro é sempre diversificar seus investimentos, pois você também precisa de aplicações para preservar seu patrimônio e buscar o crescimento em longo prazo, certo?

Quanto à distribuição, depende muito dos seus objetivos e planos para o futuro — e claro que a rentabilidade tem um papel importante na independência financeira.

Além disso, a volatilidade dos ativos deve ser levada em consideração, pois as oscilações do mercado podem mudar o cenário e exigir uma realocação de investimentos.

Então, o caminho é procurar os ativos mais adequados ao seu perfil — e que não tenham que ser vendidos para gerar renda.

Se ainda tiver dúvidas, a Capital Research coloca à disposição todo o conhecimento que você precisa para se tornar um investidor em ativos geradores de renda.

Recomendados

Investimentos

Como comprar ações: confira o passo a passo e 4 formas diferentes para voce começar a investir agora!

Devido à queda da taxa SELIC e a baixa rentabilidade da renda fixa, demanda-se ...

2 anos atrás

Investimentos

Crescimento e desenvolvimento econômico: Guia completo para você saber tudo sobre o assunto

Você sabe o que é crescimento e desenvolvimento econômico? Neste guia você vai ...

2 anos atrás

Investimentos

Conheça os principais tipos de investimento do mercado financeiro

Aprenda sobre os tipos de investimento disponíveis, seus respectivos níveis de ...

2 anos atrás