CDB e CDI: conheça as diferenças antes de investir

Entenda melhor sobre esses dois tipos de certificado de depósito e como se diferenciam.

CDB e CDI são duas modalidades de investimento que, embora tenham lá suas semelhanças, possuem particularidades que devem ser consideradas.

Para evitar que você desperdice esse valioso ativo, a gente desenvolveu este artigo, no qual você saberá quais as diferenças entre CDB e CDI, além de detalhes das aplicações.

CDB e CDI são a mesma coisa?

Não, CDB e CDI não são a mesma coisa, embora, na prática, sejam dois tipos de certificado de depósito.

Então, qual a diferença, além das letras B e I?

Para encurtar, o “B” significa “Bancário” e serve para designar o dinheiro que investidores pessoa física aplicam nesse tipo de título privado.

Já a letra “I” traz um significado distinto, pois faz referência a “Interbancário”.

Sendo assim, no caso do CDI, quem investe é um banco. Isso mesmo, um banco empresta dinheiro a outro em troca de juros.

Considerando essas diferenças entre CDB e CDI, naturalmente, cada um desses títulos terá rentabilidades e regras distintas.

Vamos conhecê-las com mais detalhes desde já.

 

O que é CDB?

O Certificado de Depósito Bancário é uma espécie de empréstimo que correntistas fazem aos bancos.

Ao aplicar dinheiro nesse título, a instituição financeira paga juros, ou seja, remunera a pessoa que deixa o dinheiro investido, que acaba servindo como uma reserva para o banco.

Em 2018, o volume em estoque do CDB foi um dos mais altos da década, chegando a R$ 815 bilhões.

Significa que essa modalidade de investimento não só está remunerando, como a oferta de crédito no Brasil está aumentando.

Afinal, o CDB serve também como um fundo utilizado pelas instituições bancárias no financiamento de operações de crédito.

As taxas de rendimento, contudo, variam de um banco para outro e do tipo de título, que pode ser pré, pós-fixado ou mesmo híbrido.

Também deve-se considerar o prazo de vencimento, que no caso do CDB sempre varia entre 30 e 1826 dias, que totalizam 5 anos.

 

O que é CDI?

Já o Certificado de Depósito Interbancário é uma espécie de CDB para bancos.

“Ora, mas se essa é uma transação entre bancos, por que eu tenho que conhecer?”

O CDI tem uma finalidade que interessa para quem investe em CDB porque ele serve como referência, por parte da Central de Custódia e de Liquidação Financeira de Títulos Privados (Cetip), para calcular a taxa DI.

Essa taxa, por sua vez, é utilizada como parâmetro para determinar a rentabilidade de boa parte dos títulos de CDB.

Portanto, quando maior o volume de estoque de CDI, maior será o rendimento de um título de CDB, desde que sua rentabilidade seja baseada no depósito interbancário.      

Qual a relação entre CDB e CDI?

Uma vez que eles estão intimamente ligados, é muito importante que se conheça as formas pelas quais a taxa DI varia.

É essa variação que vai determinar se o CDB é ou não rentável para um certo período.

Para isso, uma referência básica é a taxa Selic. (guia completo aqui)

O rendimento do CDI costuma acompanhá-la, já que ela é a taxa referencial de juros estipulada pelo Banco Central do Brasil.       

Tomando essa taxa como base é que a DI é calculada.

Por isso, não deixe de consultá-la para saber o quanto o CDB é ou não rentável. Para isso, basta acessar o site da Cetip e verificar a taxa do dia, logo na aba abaixo do cabeçalho.

Como investir em CDB?            

Para investir em CDB, você precisará primeiro abrir uma conta bancária ou em um banco de investimentos.

Como agora você já sabe, cada instituição oferece diversos títulos, ou seja, a rentabilidade varia até mesmo para os certificados emitidos por um mesmo banco.

Além da rentabilidade, considere o período pelo qual você pretende manter seu dinheiro aplicado e procure reservar um valor para depositar mensalmente.

Repare que, em alguns casos, pode ser que você tenha que transferir recursos de uma conta para outra.

Sendo assim, não deixe de descontar o valor da TED, a transferência bancária, no cálculo do rendimento.

Como investir nos fundos DI?

Por tudo que vimos até agora, podemos dizer que o CDB é um dos muitos fundos DI.

Ele tem a sua liquidez diária baseado nesse indicador e, por isso, varia constantemente.

Isso pode gerar alguma dificuldade, já que nem todos estão dispostos a acompanhar a evolução do mercado financeiro diariamente.

O principal para investir em fundos DI é estudar as opções.

Em comum, todas elas devem ter pelo menos 95% de investimentos em títulos atrelados ao CDI ou à Selic.

Dessa forma, podem ser títulos públicos ou privados de baixo risco.

É por esse motivo que um suporte faz toda a diferença na hora de aplicar. Esse apoio, por sua vez, é dado por uma casa de research, como a Capital.

Estamos empenhados em levar a você informação descomplicada para apoiar as decisões sobre o destino do seu dinheiro.

Não invista na incerteza. Visite o site, conte com a Capital para conhecer as melhores oportunidades de investimento de forma gratuita e acerte no alvo em CDB e CDI.

Recomendados

Investimentos

Bacen: entenda o que é e como essa instituição afeta seus investimentos

O Bacen é uma instituição do sistema financeiro responsável por controlar a ...

2 anos atrás

Investimentos

Bolsa de Valores: o que é, qual sua importância e 5 razões para investir

A Bolsa de Valores pode ser uma maneira de aumentar a rentabilidade dos seus ...

2 anos atrás

Investimentos

Come-cotas: entenda melhor o que é e qual investidor pode afetar

Saiba como o imposto come-cotas age, quais alíquotas, como funciona a tabela ...

2 anos atrás