Dividend Yield: o indicador de rendimento de dividendos para acionistas

Já ouviu falar do Dividend Yield? Nós, da Capital Reseach, preparamos um artigo completo sobre esse indicador de rendimento.

Dividend-Yield

Investir em ações sempre vem acompanhado do desejo de lucrar com a valorização. Para alguns investidores, mais do que o rendimento padrão, é possível contar com dividendos e distribuição de lucros periódicos.

Dividendos são pagos a acionistas, como determina o Conselho Administrativo. Para saber o quanto eles rendem para seu investimento, é essencial conhecer o cálculo e os indicadores utilizados para medir os resultados.

Entre os indicadores existentes no mercado está o Dividend Yield, ou DY. Saiba o que ele é e como é aplicado e tenha mais controle de suas aplicações.

O que é Dividend Yield?

Em português, Rendimento de Dividendos, este indicador mede a performance empresarial com base no que é pago aos acionistas. O DY usa como ponto de partida o valor das ações no mercado para mostrar se o rendimento conseguido é um resultado bom para a empresa.

Com isso, é possível mostrar aos acionistas se o negócio está crescendo e oferecendo maior lucratividade para quem investiu. Além disso, é um dado excelente para atrair mais investimentos.

Dividend Yield: características e funcionamento

O DY sofre influência de diversos fatores e, por isso, caracterizá-lo pode ser difícil. A análise de seus resultados depende de elementos que provocam variação no indicador, como:

  • Preço das ações da empresa;
  • Base paga nos últimos meses de dividendos;
  • Dividendos extraordinários que tenham sido gerados;
  • Payout (indicador da porcentagem de lucro).

Exatamente por todos esses fatores terem grande influência, o DY se caracteriza por oferecer uma visão mais ampla dos resultados. Pode ser, ainda, um indicativo de que a cotação das ações está muito baixa, despertando a atenção para que medidas sejam tomadas.

Observar esse indicador ainda mostra ao investidor os momentos de mercado financeiro fraco. Com tudo isso, ele se coloca como um balizador para os fatores que o influenciam.

Como calcular o Dividend Yield?

Esse indicador não é difícil de ser calculado.

Para fazer a conta, primeiro é preciso definir o período a ser analisado. Depois, basta dividir os dividendos pagos para um acionista nesse tempo pelo preço da cotação da ação antes do pagamento dos acionistas. Então é só multiplicar por 100 para obter o valor em porcentagem.

A fórmula, então, seria essa:

DY = (dividendo pago por ação / valor unitário da ação) x 100

Para entender melhor, vamos ver um exemplo prático.

Imagine um investimento que, no período de um ano (que é o analisado), tenha pago R$ 5 de proventos em cada ação aos acionistas. No dia em que o pagamento foi realizado, a cotação do ativo era de R$45. Colocando os dados na fórmula, temos:

DY = (5 / 45) x 100 = 0,111 x 100 = 11,1%

Isso significa que, no período de 1 ano, cada uma das ações teve retorno de 11,1% em dividendos.

Importância para investidores e acionistas

Investidores e acionistas podem utilizar o DY como forma de comparar empresas nas quais pretendam investir. Com ele, podem verificar a porcentagem de dividendos que foram pagos até então e começar a tomar uma decisão de aplicação. Em teoria, quanto maior o valor do indicador, maior o retorno que a empresa oferece para os investimentos.

Claro, é preciso ter em mente que esse é só um dos indicadores de rendimento existentes e lembrar que ele pode significar ações com preço baixo, o que não significa rendimento alto. Esse é apenas um dos indicadores que devem ser analisados para ter certeza das vantagens que um investimento oferece.

Por isso, antes de tomar uma decisão com base apenas no Dividend Yield, informe-se sobre outros indicadores de investimentos e rendimentos. Procure a Capital Research no momento de analisar empresas e investimentos e tenha em mão todas as informações necessárias para ter os melhores rendimentos do capital aplicado.

Recomendados

Investimentos

ROIC: o que é e porque você deve ter esse indicador na cabeça

Aprenda o que é ROIC, as vantagens, desvantagens, como calcular e porque é ...

2 anos atrás

Investimentos

Indicador MACD: o que é e como interpretar?

Indicador permite que o investidor veja os ativos comprados e vendidos, facilitando ...

2 anos atrás

Investimentos

OPEX: o que esse indicador de despesas tem a ver com a minha empresa?

despO Opex se refere às esas operacionais da sua companhia em contrapartida às ...

2 anos atrás