LCI e LCA: guia para investir nas letras de crédito

LCI e LCA são dois investimentos com isenção de Imposto de Renda. Conheça suas características, rentabilidade e mais.

Não é de hoje que as letras de crédito LCI e LCA se posicionam como uma opção de investimento atrativa e acessível para mais pessoas. Assim, quem busca o baixo risco e a previsibilidade da renda fixa, deve considerar essas aplicações financeiras.

Se você tem perfil de moderado a conservador ou deseja diversificar sua carteira com segurança e boa rentabilidade, precisa descobrir como investir nas letras de crédito. Conheça, assim, como você pode ter bom retorno com LCI e LCA.

O que é LCI e LCA?

LCI e LCA são modalidades de letras de crédito, as quais representam um tipo de investimento de renda fixa, um título emitido pelos bancos.

Esse formato tem taxas e prazos definidos logo no momento da compra. Dessa forma, você já tem uma boa noção do quanto e quando vai resgatar o valor investido.

Veja mais detalhes de cada uma das letras de crédito a seguir.

 

LCI

A Letra de Crédito Imobiliário é uma aplicação financeira de renda fixa. Assim, ela tem taxa de rentabilidade anual estabelecida no momento da sua aquisição.

Os recursos captados pelas LCIs são utilizados para financiar o setor imobiliário. Então, quem compra essas letras de crédito está investindo na construção, aquisição e negociação de imóveis, um setor estratégico para o país.

 

LCA

Já a LCA é a Letra de Crédito do Agronegócio. Ela funciona basicamente da mesma maneira que a LCI. O foco, no entanto, é o segmento dos produtos agrícolas.

Os compradores de LCA financiam, então, investimentos em infraestrutura e créditos diversos para o agronegócio brasileiro – outro setor bastante estratégico da nossa economia.

Prós e contras de LCI e LCA

A rentabilidade das letras de crédito é atrelada, geralmente, ao CDI – Certificado de Depósito Interbancário. O indexador serve como base para a comparação entre diferentes formatos de renda fixa.

No geral, LCI e LCA ficam bem próximas a 100% do CDI e, dessa forma, apresentam boa rentabilidade frente a outros tipos de investimentos mais conservadores.

Além disso, as letras são aplicações seguras, já que contam com a garantia do FGC – Fundo Garantidor de Créditos. Assim, investimentos em LCI ou LCA até o valor R$ 250 mil ficam resguardados em caso de quebra ou falência da instituição financeira intermediadora.

Por fim, as Letras de Crédito Imobiliário ou do Agronegócio são isentas de tributos, como o Imposto de Renda (IR). Dessa maneira, os ganhos líquidos com o investimento tendem a ficar mais claros ao aplicar do que em opções de renda fixa.

Mas vale uma a observação: verifique quais os valores mínimos para investir em LCI e LCA. Em alguns casos, a compra inicial pode ser alta. Além disso, fique de olho nos prazos para apostar em uma opção que esteja mais compatível com suas expectativas investidoras.

Quanto rende esse investimento?

LCI e LCA podem ter dois tipos de rendimento: prefixado ou pós-fixado.

O prefixado, como o nome sugere, estabelece uma taxa de rentabilidade fixa e data de resgate já na compra do título. Assim, durante toda a vigência do investimento, a alíquota será a mesma. Uma LCI à taxa de 8% ao ano, com vencimento em 2025, por exemplo, é uma letra com rendimento prefixado.

A pós-fixação, por outro lado, estabelece uma taxa de rendimento atrelada a algum indexador. Geralmente, as letras de crédito são indexadas ao CDI, como vimos, ou ao IPCA, que é o índice que mede a inflação brasileira.

Assim, o investidor fica sabendo que a LCI ou LCA renderá por determinada taxa até a data de vencimento da aplicação financeira. É comum, por exemplo, que as letras rendam pouco abaixo ou acima do indexador, como 95% do CDI ou 110% do CDI.

A pergunta que você deve estar se fazendo: qual das duas formas de rentabilidade compensa mais? Tudo vai depender do seu perfil de investimento e de uma análise do mercado

Quando o CDI está em tendência de alta pelos próximos anos, por exemplo, pode ser interessante apostar no pós-fixado. Contudo, se o investidor for mais conservador, a forma prefixada garante um rendimento mais seguro, no ato do resgate.

Como investir em LCI e LCA

Investir em LCI e LCA é fácil. Basta abrir uma conta em uma corretora de sua confiança e escolher entre as letras de crédito disponíveis no mercado. É importante, antes de tudo, ter objetivos claros e metas específicas de retorno com a aplicação financeira, ok?

Lembre-se de conferir o valor mínimo para investimento e as datas de vencimento da aplicação. Confira, ainda, se o rendimento é pré ou pós-fixado e se está de acordo com suas expectativas de remuneração.

Em seguida, basta fazer a compra do papel e aguardar pelos ganhos, sem ter que recolher Imposto de Renda, nem outros tributos.

As Letras de Crédito parecem atrativas para você? Então, não perca mais tempo e invista em LCI e LCA. Na Capital Research, você tem acesso às informações que precisa para investir com tranquilidade.

Visite o site e conte com a Capital Research para orientar seus investimentos!

Recomendados

Investimentos

O que é LCI? Qual a diferença desse título?

Conheça as principais caracteristicas da LCI (Letras de Crédito Imobiliário). ...

1 ano atrás

Investimentos

LIG: Conheça essa nova forma de investir no mercado imobiliário

Com o surgimento do LIG, que é uma nova modalidade de investimento também surgem ...

1 ano atrás

Investimentos

Renda Fixa: tire todas as suas dúvidas e entenda como funciona

Saiba tudo sobre Renda Fixa, vantagens, desvantagens e entenda se vale a pena ou ...

1 ano atrás