O que é LCI? Qual a diferença desse título?

Todo novo investidor têm dúvidas sobre em qual tipo de título de rentabilidade deve apostar. Aqui, te contamos mais sobre o LCI, saiba o que ele pode te oferecer de diferente.

LCI

Em muitos dos casos, devido à falta de conhecimento sobre os prós e contras da empreitada, o medo faz com que muitos decidam manter o perfil mais conservador,  e acabam eliminando grandes possibilidades de criar passos mais ousados no investimento.

Para esclarecer o tema e para que conheça bem os títulos oferecidos pelo setor de crédito, te explicaremos uma das possibilidades mais rentáveis e assertivas do mercado financeiro: a LCI.

LCI: O QUE É?

LCI é a abreviação do termo Letras de Crédito Imobiliário, criado para apoiar a criação de crédito imobiliário no país. Mas, na prática, como saber se é este o segmento que você deve apostar?

Para compreender o tema é bastante simples: por ser um título de renda fixa, a LCI é emitida por um banco e é garantida por empréstimos realizados ao setor imobiliário, ou seja, se empresta uma quantia de dinheiro para o banco e ele utiliza para gerar outros empréstimos, em troca, o investidor terá de volta o valor aplicado mais o rendimento estabelecido previamente na hora da compra da LCI.

LCI: POR QUE INVESTIR E QUANDO VALE A PENA?

Vale a pena investir quando se precisa do dinheiro em curto prazo ou se quer garantir rentabilidade sem depender das variações do mercado imobiliário brasileiro.

Além destas constatações, é importante que o investidor pesquise quais são as instituições de crédito (bancos e corretoras) que fazem o meio de campo entre a compra e venda de LCI e qual delas se ajusta à sua necessidade.

Geralmente bancos e corretoras oferecem as modalidades pré ou pós-fixadas e cabe ao investidor decidir sobre qual é a proposta que lhe dará uma remuneração mais competitiva.

LCI: VANTAGENS E DESVANTAGENS DE INVESTIR

Vantagens

Desvantagens

Baixo Risco

Liquidez

Proteção do FGC

Período de carência

Isenção de IR

 

Rendimentos ajustados ao perfil do mercado

 

LCI: CUSTOS PARA INVESTIR

O valor mínimo para investir é variável de acordo com a instituição financeira. Como a LCI lhe dá direito a isenção do imposto de renda, o valor exigido varia a partir de R$250 mil. Na Caixa Econômica Federal, por exemplo, o importe mínimo é de R$ 50.000,00.

LCI: RENDIMENTOS

Em geral, quanto maior o prazo do investimento e a quantidade investida, maior será o rendimento. Como mencionado anteriormente, a modalidade de rendimento da LCI pode ser prefixada, pós-fixada ou híbrida, que consiste em unir uma taxa fixa a algum índice como o IGP-M ou o IPCA.

No primeiro caso, no momento da compra, se sabe exatamente quanto o dinheiro vai render até a data de vencimento. Já no outro caso, a taxa de rendimento é atrelada a algum índice como o CDI. Sendo assim, o valor rendido só será conhecido na data do vencimento, já que depende diretamente do índice, que pode estar maior ou menor comparando com o momento no qual foi adquirido.

LCI: QUAIS SÃO OS RISCOS?

Os riscos associados de uma LCI estão diretamente ligados à solidez financeira de seu emissor, visto que quem remunera o título é a instituição que o emitiu. Nesse caso, o maior risco no LCI é o risco de crédito.

Ou seja, a possibilidade do emissor quebrar, por exemplo, se o banco onde foi aplicado o dinheiro falir. Mas, a LCI é garantida pelo Fundo Garantidor de Créditos (FGC), uma instituição que protege investimentos de até RS 250 mil por CPF. Isso garante que valores de até essa cota sejam devolvidos, minimizando os riscos.

LCI: LIQUIDEZ, COMO RESGATAR?

Quando precisar resgatar seu investimento com antecipação se pode buscar uma instituição financeira que ofereça o papel com índice de correção pela taxa DI (CDI) e negociar um papel que tenha liquidez diária após 90 dias. Assim, quando terminar o prazo de carência, o dinheiro continua rendendo juros, e pode ser resgatado em qualquer período.

Essa opção pode não ser a mais rentável, porque as instituições financeiras pagam um valor extra para usar o dinheiro por mais tempo, sem serem surpreendidas por um pedido de resgate.

Gostou do conteúdo? Se inscreva na newsletter da Capital Research para receber, todos os dias, novidades sobre o mercado financeiro.

Recomendados

Investimentos

ADR: o que é, como funciona e as vantagens de se investir

Entenda o que é American Depositary Receipt (ADR), como funciona, quais as ...

1 ano atrás

Investimentos

Aprenda já a calcular juros de empréstimo

Entenda um pouco mais sobre Juros Simples e Juros Compostos e veja como realizar o ...

1 ano atrás

Investimentos

Ação Vale: saiba as informações principais e o que pode afetar em seu valor

Conheça mais sobre a VALE3, código das ações da Vale, e entenda quais fatores ...

1 ano atrás