Valor presente líquido (VPL): o que é, como calcular e principais vantagens

Entenda o que é o VPL (Valor Presente Líquido), as vantagens, desvantagens do método e como é feito o cálculo

Um dos métodos mais conhecidos no mercado de investimento, quando o assunto é análise de viabilidade de projeto, o valor presente líquido, ou VPL,  calcula o ganho real do investimento

Para quem busca investir, conhecer como funciona o cálculo do valor presente líquido é muito importante, pois é uma abordagem de análise que evidenciará se vale a pena apostar naquele projeto

Mas, afinal, o que significa VPL? Como funciona? Quais as vantagens e desvantagens para quem quer investir? Saiba mais abaixo:

 O que é o valor presente líquido?

O valor presente líquido, também conhecido como valor líquido atual, ou VPL é um instrumento que traz para a data zero os fluxos de caixa (positivos e negativos) de um projeto de investimento. Soma-se, então, o valor investido inicial, com a taxa mínima de atratividade (TMA). 

Investidores que pensam em um projeto de investimento devem utilizar o método do valor presente líquido antes de tomar uma decisão. Isso porque o VPL é uma análise do investimento e, através dele o investidor poderá descobrir se o projeto de investimento é viável. 

Em outras palavras, o valor presente líquido permite uma estimativa do lucro sobre um investimento, evitando prejuízos ao investidor. Algumas pessoas não o consideram uma ferramenta fundamentalista, mas não se pode negar sua importância no mercado de ações. 

O VPL pode ser entendido como a diferença entre o valor presente das entradas e saídas de um recurso menos o investimento inicial. Ou seja, o VPL vai além de uma comparação do investimento e do retorno esperado. Ele também leva em consideração a valorização dos recursos ao longo do tempo, permitindo o cálculo do ganho real em um investimento.

Como funciona o valor presente líquido?

Para utilizar o método do valor presente líquido, faz-se necessário um cálculo, mas antes, vamos aos fatos: uma quantidade de dinheiro hoje tem peso diferente do que terá amanhã. Isto quer dizer que esse dinheiro valerá mais hoje do que no futuro,  já que dinheiro se valoriza ao longo do tempo. 

Por exemplo, você preferiria receber cinquenta mil hoje ou daqui a três anos?  Caso receba hoje, é provável que irá investi-lo e lucrar com juros, então daqui a três anos, seu patrimônio estará valendo mais. 

Dessa maneira, o VPL funciona como uma somatória de todos os valores presentes. Para ajustar o risco de um investimento e contabilizar o valor do dinheiro no tempo é necessário descontar os fluxos de caixa.

Para calcular o VPL, utiliza-se o valor do investimento inicial, o período de análise, a estimativa de entrada de caixa para cada período, a taxa de desconto, as entradas de caixa já descontadas e, por fim, a soma das entradas descontadas menos o investimento inicial. Dessa forma, temos definido se o investimento é viável ou não.

Para encontrar o valor presente líquido, somam-se as receitas líquidas futuras, menos o valor presente com uma taxa mínima de atratividade.  A taxa de desconto é o retorno mínimo esperado de um investimento. 

A fórmula para calcular o VPL não é tão simples, pois conta com todos os fluxos de caixa futuros de um investimento, além da taxa de desconto e do investimento inicial: 

VPL= n=1n=NFct(1+i)n

Nesse caso, temos:

VPL = valor presente líquido

FC =  fluxo de caixa

t = momento em que o fluxo de caixa aconteceu

i = taxa de desconto (TMA)

n = período de tempo

  • O primeiro passo é o de definição do fluxo de caixa;
  • Depois, vem a definição da taxa de desconto (TMA);
  • Logo, é calculado o valor presente de cada fluxo;
  • Por fim, soma-se todos os valores presentes;
  • Descobre-se, dessa forma, o valor presente líquido.

Sobre os resultados do VPL, pode-se afirmar que:

  • Caso o VPL dê um número negativo, significa que as despesas serão maiores que as receitas, ou seja, o investimento é inviável. 
  • Com o VPL positivo, temos uma viabilidade de receitas maiores que as despesas, o que tem um bom índice de rentabilidade.
  • Com o VPL igual a zero significa que as receitas e despesas são iguais, ou seja, a viabilidade se dará em cima de um resultado neutro.

Caso você se assuste com essa fórmula do VPL, há a possibilidade de resolver essa equação de forma mais rápida através do Excel. 

No Excel, tem-se duas opções de realizar o cálculo, por meio do VPL e do XVPL. A função VPL é a regular, ou seja, é para os fluxos de caixa que ocorrem em intervalos regulares. Essa função não permite nenhuma variação dentro desses períodos. 

A função XVPL é voltada para fluxos com datas específicas, ou seja, a função permite que datas determinadas sejam adicionadas a cada fluxo de caixa em intervalos irregulares. 

Para quem quer investir, vale a pena usar o valor presente líquido?

Ter a possibilidade de verificar se um projeto de investimento vale a pena, ou seja, se irá aumentar os lucros do investidor é a maior vantagem de se utilizar o método do VPL. Através dessa análise, o investidor poderá descobrir se um investimento é rentável, e também poderá saber se irá diminuir os lucros, ao invés de aumentar.

Por exemplo, projetos em que o VPL é negativo, são inviáveis, pois vão na contramão dos objetivos de obter lucros, fazendo com que o investidor ainda saia no prejuízo. Outro ponto importante é que o VPL considera o valor do dinheiro ao longo do tempo, o que gera uma análise de viabilidade de projeto interessante ao investidor. 

Vale destacar também que o cálculo do valor presente líquido utiliza a estimativa de quando o investimento começará a render, permitindo uma análise das opções já que cada projeto terá seu tempo diferente de crescimento positivo.

O VPL fica em desvantagem quanto à necessidade de trabalhar com o custo de capital da empresa, assim o custo de capital, sendo baixo os investimentos, também serão baixos. Enquanto que, ao assumir um custo de capital alto, poderá levar o investidor a deixar passar alguns bons outros investimentos. 

Outra desvantagem é o fato de que seus resultados são calculados através das informações introduzidas, onde os administradores ficam com a responsabilidade de saber exatamente a taxa de desconto, os fluxos de caixa e os períodos de fluxo. São informações difíceis de ter com a precisão necessária. 

E, por fim, para descobrir os ganhos e perdas de um projeto de investimento de modo preciso o VPL não é capaz de se virar sozinho, pois, para isso, é necessário também da complementação de indicadores como a taxa interna de retorno (TIR).

No mais, o investidor precisa estudar suas ferramentas de análise de projeto e, dessa forma, poderá decidir se vale a pena apostar no método do VPL.

Seu interesse é buscar e aprender mais sobre investimento, certo? Então você pesquisa sobre fundos de investimento e encontra o Capital Blog  que conta com variados tipos de conteúdo sobre o assunto.

Recomendados

Investimentos

Amortização: O que é e como calcular?

Conheça os diferentes tipos de amortização para empréstimos e saiba como ...

4 semanas atrás

Investimentos

Bancos múltiplos: o que são e quais serviços oferecem

Quer entender melhor o que são bancos múltiplos e quais são os serviços que eles ...

2 meses atrás

Investimentos

Custo operacional nos investimentos: o que é e como calcular?

Entenda o que é o custo operacional nos seus investimentos e quais são as taxas e ...

4 meses atrás