Carteira Capital

Balanço da Semana: economia volta a preocupar, mas ativos avançam

Samuel Torres, CFA31/07/2020

Os eventos mais relevantes no mercado financeiro nesta semana ficaram bastante concentrados nos EUA e trouxeram preocupação quanto a uma possível desaceleração da velocidade de recuperação da economia.

O que chamou mais a atenção foi a queda do PIB americano no segundo trimestre de 2020 equivalente a uma retração anualizada de 32,9%. Apesar de ter vindo menos ruim do que o mercado previa, ainda assim a queda assustou o mercado.

Para se ter uma ideia da magnitude, colei abaixo um print de um gráfico do Wall Street Journal com a variação do PIB trimestral americano nos últimos anos.

Em linha com a economia ainda bastante deteriorada, o Fed, banco central americano, manteve nesta semana as taxas de juros próximas de zero e reiterou que utilizará as ferramentas que têm no combate aos efeitos do coronavírus na economia.

Falando nisso, Jerome Powell, o presidente do Fed, disse que os dados de alta frequência indicam uma desaceleração da recuperação da economia americana (o que trouxe preocupações) e que a política fiscal (gastos do governo e alteração de tributação) pode fazer coisas que o Fed não consegue.

Isso foi uma indireta para que o Congresso americano aprove logo um novo pacote de estímulos. Porém, o problema é que, apesar de democratas e republicanos concordarem na necessidade de um novo pacote, eles discordam em relação ao seu tamanho, o que está dificultando sua aprovação.

Também chamou a atenção a fala de Donald Trump, que sugeriu adiar as eleições presidenciais, previstas para novembro, para depois de superada a pandemia.

Para terminar a semana, Apple, Amazon e Facebook divulgaram resultados surpreendentes referentes ao segundo trimestre do ano e suas ações subiram fortemente na sexta-feira (bom para quem tem IVVB11, presente na Carteira Capital e na Carteira de Ações).

Por aqui, os principais eventos foram a divulgação de dados de emprego indicando que o mercado de trabalho pode ter parado de piorar e dados de inflação que aumentaram as apostas do mercado em um novo corte de 0,25 ponto percentual da taxa Selic (atualmente em 2,25% a.a.) na próxima reunião do Copom.

No consolidado da semana, Ibovespa, Ifix e S&P 500 se valorizaram 0,5%, 0,1% e 1,7%, respectivamente, enquanto o dólar caiu 0,3% em relação ao real.

Destaques

VALE3, ITUB4, SANB11… o que significam esses números aí?

Você já deve ter reparado que as ações, aqui no Brasil, são negociadas na bolsa com um código de quatro letras e um número, certo?

PETR4, VALE3, SANB11 são alguns exemplos. As letras representam a empresa que você vai investir ao adquirir aquela ação. Mas e os números?

Essa pode parecer uma pergunta inocente, mas tem muito investidor experiente por aí que não sabe a diferença entre eles. Os números vão mostrar o tipo de ação que você está comprando. E isso é muito importante, pois cada tipo vai te dar direitos a coisas diferentes. É sobre isso que o Felipe Silveira fala nesse relatório aqui. Acesse para saber mais!

ABC dos Fundos de Renda Fixa

Nas últimas semanas, você deve ter lido os relatórios alguns relatórios que preparei falando dos ativos de renda fixa, certo? Lá eu explico o porquê de se investir em títulos de renda fixa e como eles são precificados. Caso tenha perdido, é só acessar aqui!

Mas você sabia que dá para aplicar na renda fixa também através de fundos de investimento?

Sim! E é sobre isso que o Rafael Amaral fala nessa semana nesse relatório aqui.

Esse tipo de fundo é extremamente interessante para investidores que estão começando, mas não têm tempo ou disposição para montar sua carteira ativo por ativo. Os fundos de renda fixa servem como um atalho: você escolhe um, aplica seu dinheiro e investe em vários ativos ao mesmo tempo.

Mas não se engane! Se você acha que todos os fundos dessa classe são a mesma coisa, alerta de spoiler: “não julgue um livro pela capa”! Para não cair nas pegadinhas do mercado, confira o relatório e vai Fundo!

Teoria vs. realidade: a “pegadinha” da renda fixa!

Se você aplica em títulos de crédito privado como debêntures, CRAs e CRIs deve saber que muitas vezes o preço que aparece no extrato de sua corretora não reflete a realidade. Não sabia? 😲

Pois é. Muitas vezes, se você precisar vender um desses títulos (o que já não é uma tarefa fácil), o preço de mercado será bem diferente daquele que aparece na sua tela. Você pode achar que o problema é só com você, mas não é!

Existem duas formas de mostrar o preço de um título privado de renda fixa e o mais utilizado pode mascarar a real situação de seus investimentos, impedindo uma tomada de decisão mais consciente da sua parte.

Nesse relatório, me dedico a explicar porque e como isso acontece e indico onde buscar o preço real de alguns desses títulos, já que sua corretora provavelmente não te ajuda a encontrar isso. É só acessar e conferir. É grátis!

FoFs: vale a pena? Vantagens e desvantagens do “fundo de fundos”

Você já deve ter percebido que existem vários tipos de fundos imobiliários diferentes, certo? O Felipe Silveira já fez até um relatório para mostrar as diferenças entre os FIIs. Se você perdeu, fique tranquilo, vou deixar o link aqui.

Apesar de os principais tipos de fundos imobiliários serem os “de tijolo” e os “de papel”, existe um tipo específico que investe apenas em cotas de outros FIIs e eles são bastante procurados por investidores iniciantes.

O nome dele é FoF, sigla para fund of funds, ou fundo de fundos. Via de regra, os FoFs selecionam outros fundos que acreditam que irão render acima da média dos FIIs, buscando distorções entre o preço de mercado dos fundos e o seu real valor.

Nesse relatório, o Felipe fala sobre os tipos de gestão que esses fundos podem ter, além de listar as vantagens e as desvantagens dos FoFs em relação ao investimento direto em outros fundos imobiliários. É só clicar aqui e acessar!

5 passos para organizar suas finanças (e começar a investir)

Se você estiver acompanhando a Capital Now e as colunas diárias dos analistas (se não estiver, recomendo que faça logo, é só colocar seu e-mail nesse link para saber das notícias e as análises dos assuntos que realmente impactam o seu bolso), talvez você já tenha se convencido que é importante começar a economizar e investir em algum momento.

Agora “só” falta conseguir fazer isso, né? Se este é o seu caso, não se preocupe! A maioria das pessoas também não o faz. Começar é realmente uma barreira difícil de superar.

Mas é justamente por sabermos disso que preparei esse relatório aqui.

Nele, eu te te explico passo a passo como organizar sua vida financeira para tornar mais fácil começar a guardar dinheiro e investir – ou, quem sabe, guardar e investir ainda mais!

Disclaimer

Aviso legal

A presente publicação visa única e exclusivamente informar os leitores dos temas apresentados e divulgar as atividades da Capital Research, portanto não deve sob qualquer hipótese ser compreendida como oferta de negociação de títulos, valores mobiliários ou quaisquer outros instrumentos financeiros.

Determinados conteúdos produzidos pela equipe da Capital Research podem constituir "Relatório de Análise", conforme definido no artigo 1º § 1º da Instrução CVM 598/2018. Quando da emissão destes Relatórios, os Analistas de Valores Mobiliários responsáveis pela referida emissão e autores dos conteúdos publicados, declaram expressamente que as recomendações de títulos e valores mobiliários apresentadas constituem estritamente suas opiniões pessoais, elaboradas de forma totalmente independente e autônoma, declarando-se ainda responsáveis pelo cumprimento das obrigações dispostas no Art. 20 da referida Instrução.

As informações apresentadas nos relatórios foram baseadas em fontes públicas e consideradas confiáveis na data de publicação, e estão sujeitas a mudanças, não implicando necessariamente na obrigação de qualquer comunicação pela Capital Research e/ou analistas em relação a tais mudanças.

Os analistas poderão esclarecer dúvidas de seus leitores através de relatórios ou vídeos que serão enviados simultaneamente a estes, sendo sempre mantida e garantinda a isonomia de informações.

Ressaltamos que as decisões de investimentos devem ser realizadas pelo próprio leitor sob sua total e exclusiva responsabilidade. Os resultados e estatísticas anteriores NÃO devem ser interpretados como garantias de ganhos futuros, sendo que de nenhuma forma a Capital Research e seus analistas, expressamente ou implicitamente, garantem algum desempenho ou a ocorrência de ganhos.

Alguns instrumentos de investimentos podem não ser adequados para todos os leitores, uma vez que os relatórios emitidos pela Capital Research, não levam em conta a situação específica e individualizada de cada um, devendo a decisão final sobre a realização ou não do investimento, ser tomada exclusivamente pelo leitor.

A Capital Research poderá alterar o presente aviso legal sob seus próprios critérios, sem que isto implique em necessidade de qualquer comunicação prévia ao leitor.

“Os analistas de valores mobiliários autores do presente conteúdo declaram, nos termos da Instrução CVM nº 598/2018, que as recomendações de títulos e valores mobiliários apresentadas constituem opiniões pessoais, elaboradas de forma totalmente independente e autônoma. Sob tal circunstância, ainda, os respectivos analistas se declaram responsáveis pelo cumprimento das obrigações dispostas no Art. 20 da referida Instrução.”