Fundos de Investimento

Forpus Capital: Em dia de tempestade, guarda-chuva vale ouro

Rafael Amaral09/10/2020

Em dia de tempestade, guarda-chuva vale ouro.

A Forpus Capital, gestora de recursos de um dos fundos de ações que mais se destacou nesse ano, pode confirmar a importância de estar preparada para mercados adversos.

O fundo Forpus FIC FIA, que até o começo do ano era o único fundo da casa, vem passando “ileso” ao turbulento mercado e registrando uma alta de 1,15% enquanto o Ibovespa acumula uma perda de quase 20%.

Porém, engana-se quem acredita que o resultado do fundo foi um mero acaso.

A gestora combina sua estratégia no mercado de ações com proteções ao chamado tail risk ou “risco da cauda”, que representam os eventos com pouca probabilidade de acontecer, mas que, caso ocorram, causarão prejuízos significativos aos portfólios.

Por exemplo, durante o ano de 2017, mais especificamente no dia 17 de maio, a bolsa desabou mais de 10% – dia que ficou conhecido como “Joesley Day”. O fundo neste dia acumulou uma perda de somente 0,80%.

Agora, no pico da queda do mercado acionário ocasionada pelo coronavírus em março, o Ibovespa acumulava uma perda de quase 50%, ao passo que o fundo teve variação de “apenas” 25%.

O fundo não está “intacto” de resultados ruins, muito pelo contrário. Como qualquer outro fundo de ações, está sujeito aos riscos inerentes do mercado, bem como às oscilações que ocorrem no meio do caminho.

O que é relevante destacar é justamente a capacidade de minimizar os impactos de eventos extremamente negativos.

Um dos pilares da gestão da Forpus é a proteção da carteira, de maneira que, por meio de compra de opções, o fundo consegue se proteger de eventos extremos do mercado.

A partir da construção da carteira de exposições médias de 130% comprada e 30% vendida, que resultam em uma posição líquida de 100%, o time adquire posições que servem como seguro para o portfólio.

A gestora costuma ter entre 1,5%-2% do patrimônio do fundo em opções deep out of the money.

A compra de opções fora do preço serve para proteção em movimentos intensos e contrário às posições da carteira. Além disso, as posições de hedges são construídas para cobrir apenas cenários extremos e por este motivo seu custo é mais acessível.

Construir uma estratégia vencedora de uma carteira que busca superar o Ibovespa, construindo posições compradas e vendidas (buscando o famoso “double alpha” – lucrar nas duas pontas) e simultaneamente adquirir proteção ao referido risco de cauda, pode ser lógico, porém sua construção e sucesso são extremamente difíceis.

Como você deve imaginar, o custo para se proteger quando o mercado está volátil é caro. É igual aquele dia chuvoso em que não levamos o guarda-chuva, e acabamos pagando uma nota em um.

Tudo isso para te lembrar como a preparação para esses dias é crucial.

A Forpus destaca-se exatamente por isso, pela convicção e disciplina. Analisando o resultado do fundo fica clara a disciplina da gestora e a filosofia da casa na construção de seu portfólio.

Por exemplo, os seguros adquiridos pelo fundo que o protegeram na queda da bolsa desse ano foram posições que o fundo tinha há mais de um ano e meio.

Através de puts (opção de venda que confere ao titular o direito de vender um ativo a um preço determinado) de S&P 500 e Nasdaq, a tempestade não foi tão impactante.

Conforme gráfico abaixo, é evidente o resultado positivo da estratégia.

Uma métrica utilizada na análise de fundos que penaliza os gestores apenas pela volatilidade dos retornos negativos é o índice Sortino.

Basicamente, ele é um indicador que mede a performance ajustada ao risco, porém somente punindo o gestor pela volatilidade indesejável de um investimento.

Onde Rma é a taxa de retorno mínimo aceitável, que pode ser o retorno diário do índice de referência do fundo ou a taxa livre de risco, por exemplo, e δ é a medida de downside risk com respeito ao retorno mínimo aceitável.

Para contextualização, eu fiz uma comparação desse índice com dados da indústria de fundos e o resultado do fundo da Forpus que ressaltam a excelente performance do seu fundo de ações.

O fundo da gestora Forpus ficou entre os melhores quando comparamos fundos com mais de 3 mil cotistas e classificados na mesma categoria na Anbima (índice ativo).

Como você deve ter reparado ao procurar o fundo em sua corretora, atualmente o FIC FIA Forpus se encontra fechado para novas aplicações, no entanto hoje vou focar na análise do novo fundo da gestora, o Forpus Multiestratégia FIM, lançado no mês passado.

Forpus Multiestratégia

O Forpus Capital FIM é um fundo multimercado multiestratégia de perfil agressivo que tem como objetivo superar o CDI no longo prazo, concentrando suas operações em ativos de alta liquidez.

Com a política de investimento mais abrangente, os fundos classificados nessa categoria não possuem obrigatoriamente o compromisso de concentração em nenhuma estratégia específica, possibilitando o gestor a ter maior flexibilidade para fazer suas alocações.

Trata-se de um produto de maior liquidez, maior diversificação entre as classes de ativos e menor volatilidade quando comparado ao fundo de ações da casa.

O fundo segue a mesma estratégia de investimento do fundo de ações, que utiliza uma abordagem top-down, ou de “cima para baixo”. Assim, a gestora inicia a análise com uma visão macro da economia e setores, para concluir com a avaliação das empresas.

Em resumo, a gestora se baseia em uma análise dos cenários político e macroeconômico do Brasil e do mundo para depois selecionar as classes de ativos que farão parte de sua carteira.

A abordagem top-down é antagônica da estratégia de investimento bottom-up, que foca nos aspectos específicos das empresas (começa no micro e se estende para o macro).

Vale ressaltar que não existe uma estratégia melhor que a outra, apenas são diferentes e possuem perspectivas distintas. Além disso, ambas abordagens consideram variáveis macro e micro.

Em termos de alocação, o fundo estará divido em até 30% do patrimônio em cotas no fundo master de ações da gestora, além de exposição aos mercados de juros, moedas e commodities.

Outra aposta da gestora é no mercado de criptoativos através do índice HDAI (Hashdex Digital Assets Index) que fará parte da carteira do fundo com até 20% de seu patrimônio líquido.

O índice reúne as principais criptos como bitcoin, Ethereum e XRP.

Gestora

Fundada em 2014 por um grupo de profissionais com ampla experiência em gestão de recursos como na economia real, a Forpus foi constituída com o objetivo de ser reconhecida pela excelência na estratégia de investimento no mercado acionário.

A equipe de gestão é capitaneada por Francisco Giffoni, gestor de investimentos com um extraordinário histórico no mercado de ações.

Desde 2007, os fundos sob seu comando performaram acima do índice Bovespa.

Entre dezembro de 2013 até julho de 2017, época que comandava o Nest FIC FIA, o fundo entregou uma performance de 307,79% ao passo que o Ibovespa caiu -10,60%.

Agora quando olhamos para o resultado do Forpus FIC FIA desde o ínicio, o gestor conseguiu ficar acima do índice em todos os anos e atingiu uma performance três vezes maior que o Ibovespa.

A gestora possuía R$ 988 milhões de ativos sob gestão de acordo com o último ranking da Anbima, de agosto de 2020.

Estrutura

O fundo tem uma estrutura de 1,75% ao ano de taxa máxima de administração e 20% de taxa de performance sobre o que exceder o CDI.

A cotização é realizada em D+14 (dias corridos) e o pagamento do resgate em dois dias úteis após esta data.

Esta estrutura de conversão e liquidação do resgate é condizente com os ativos e a estratégia do fundo, de modo que reduz a probabilidade de o gestor precisar liquidar rapidamente ativos em função de resgates (o que poderia gerar impactos negativos à rentabilidade dos investidores).

Com a estratégia de investimento focada em ativos de alta liquidez, o fundo da gestora consegue proporcionar uma estrutura de resgate de cotas mais rápida que a média do mercado, quando comparado com fundos semelhantes.

Com aplicação inicial mínima e saldo mínimo de permanência de R$ 1.000, o Forpus Multiestratégia FIM é bastante acessível aos investidores.

O fundo está disponível em diversas corretoras como BTG Digital, Órama, Banco Inter, Easynvest, Pi Investimentos, Warren.

Veredito

Aos investidores que estejam alinhados com o perfil do fundo e que tenham sua exposição em fundos multimercados ABAIXO da recomendada e sua alocação em reserva de emergência MAIOR do que a necessária, recomendamos o investimento no fundo da Forpus Capital.

Disclaimer

Aviso legal

A presente publicação visa única e exclusivamente informar os leitores dos temas apresentados e divulgar as atividades da Capital Research, portanto não deve sob qualquer hipótese ser compreendida como oferta de negociação de títulos, valores mobiliários ou quaisquer outros instrumentos financeiros.

Determinados conteúdos produzidos pela equipe da Capital Research podem constituir "Relatório de Análise", conforme definido no artigo 1º § 1º da Instrução CVM 598/2018. Quando da emissão destes Relatórios, os Analistas de Valores Mobiliários responsáveis pela referida emissão e autores dos conteúdos publicados, declaram expressamente que as recomendações de títulos e valores mobiliários apresentadas constituem estritamente suas opiniões pessoais, elaboradas de forma totalmente independente e autônoma, declarando-se ainda responsáveis pelo cumprimento das obrigações dispostas no Art. 20 da referida Instrução.

As informações apresentadas nos relatórios foram baseadas em fontes públicas e consideradas confiáveis na data de publicação, e estão sujeitas a mudanças, não implicando necessariamente na obrigação de qualquer comunicação pela Capital Research e/ou analistas em relação a tais mudanças.

Os analistas poderão esclarecer dúvidas de seus leitores através de relatórios ou vídeos que serão enviados simultaneamente a estes, sendo sempre mantida e garantinda a isonomia de informações.

Ressaltamos que as decisões de investimentos devem ser realizadas pelo próprio leitor sob sua total e exclusiva responsabilidade. Os resultados e estatísticas anteriores NÃO devem ser interpretados como garantias de ganhos futuros, sendo que de nenhuma forma a Capital Research e seus analistas, expressamente ou implicitamente, garantem algum desempenho ou a ocorrência de ganhos.

Alguns instrumentos de investimentos podem não ser adequados para todos os leitores, uma vez que os relatórios emitidos pela Capital Research, não levam em conta a situação específica e individualizada de cada um, devendo a decisão final sobre a realização ou não do investimento, ser tomada exclusivamente pelo leitor.

A Capital Research poderá alterar o presente aviso legal sob seus próprios critérios, sem que isto implique em necessidade de qualquer comunicação prévia ao leitor.

“Os analistas de valores mobiliários autores do presente conteúdo declaram, nos termos da Instrução CVM nº 598/2018, que as recomendações de títulos e valores mobiliários apresentadas constituem opiniões pessoais, elaboradas de forma totalmente independente e autônoma. Sob tal circunstância, ainda, os respectivos analistas se declaram responsáveis pelo cumprimento das obrigações dispostas no Art. 20 da referida Instrução.”