NYSE: o que é e qual a sua importância

Conheça um pouco mais sobre a Bolsa de Nova York e entenda como ela afeta os demais mercados mundiais

Atualmente, a NYSE (New York Stock Exchange) é considerada a maior bolsa de valores do mundo. Criada em 1792, a bolsa norte-americana está situada na ilha de Manhattan, em Nova York.

Para se ter ideia da sua importância, o seu valor de mercado, ou seja, o valor das empresas listadas na NYSE, somam US$ 21 trilhões. Em termos de comparação, a segunda maior bolsa de valores do mundo, a também norte-americana NASDAQ tem como valor de mercado algo em torno de US$ 7 trilhões.

As maiores empresas do mundo estão listadas na NYSE, tornando-a um dos principais termômetros do mercado financeiro global. Ou seja, o desempenho da New York Stock Exchange afeta diretamente as outras bolsas de valores pelo mundo.

Neste artigo contaremos mais sobre a história da New York Stock Exchange, qual a sua importância no mercado mundial, qual a diferença entre ela e a NASDAQ e como você pode fazer para investir na NYSE. Vamos lá?

O que é a NYSE?

A bolsa de valores de Nova York, NYSE, foi inaugurada em 1792 e hoje é considerada como a mais importante do mundo. Na ocasião, 24 corretores e comerciantes se reuniram e assinaram o Contrato de Buttonwood. Este contrato estabeleceu os fundamentos que seriam utilizados nas negociações da New York Stock & Exchange Board. Somente em 1863 é que o nome passou a ser oficialmente New York Stock Exchange.

Ao longo de sua história, a NYSE apresentou momentos impressionantes de crescimento. Por exemplo, entre 1896 e 1901, o volume de papéis que eram negociados aumentou mais de 600%. Com isso, a NYSE se viu obrigada a procurar um novo local para poder operar. O projeto do arquiteto George Post foi escolhido para ser a sede e atual local da bolsa de Nova York.

Em 2007, a NYSE, junto com diversas bolsas europeias, passou a formar o conglomerado NYSE Euronext, que foi o primeiro mercado de capitais pan-atlântico da história. Além da NYSE conseguir se modernizar, a interação com as outras bolsas também aumentou.

Veja os números a seguir para entender qual é o tamanho e a importância da NYSE no mundo do mercado de ações:

  • Empresas listadas: mais de 2780;
  • Valor médio negociado ao dia: US$ 1,46 bilhões;
  • Volume médio de negociações diárias: US$ 169 bilhões;
  • Valor de mercado: US$ 21 trilhões.

Apesar de os índices Dow Jones e S&P 500 serem os mais conhecidos, eles incluem papéis que são negociados em outras bolsas americanas. Portanto, não podem ser utilizados para analisar o desempenho da NYSE. Para isso, há o NYSE Composite, que é o principal índice da Bolsa de Nova York. 

Entretanto, também existem outros, entre eles: 

  • NYSE TMT;
  • NYSE U.S. 100;
  • NYSE Energy;
  • NYSE International 100;
  • NYSE Financial;
  • NYSE World Leaders;
  • NYSE Health Care.

Qual a importância da bolsa de Nova York?

Sendo considerada a maior bolsa de valores do mundo e tendo listada as maiores empresas mundiais, a NYSE é uma espécie de termômetro dos ânimos do mercado financeiro e dos investidores. Além disso, seu desempenho é diretamente refletido nas demais bolsas do mundo.

Isso significa que, independentemente do que ocorre na economia brasileira ou de qualquer outro país do mundo, as bolsas sempre irão refletir o que estiver acontecendo na New York Stock Exchange. Claro que isso poderá ser em menor ou maior escala, dependendo do que estiver acontecendo no cenário nacional.

Qual a diferença da NYSE para a Nasdaq?

A segunda maior bolsa do mundo é a também norte-americana NASDAQ. Os investidores mais novos podem confundir essas duas importantes entidades do mercado financeiro. Além do tamanho, dos índices e, claro, do valor de mercado e da quantidade de transações, essas duas gigantes do mercado financeiro possuem uma grande diferença, que é o perfil das empresas listadas.

A NASDAQ é conhecida do mundo dos investimentos como a bolsa da nova economia. Isso porque é lá que estão concentradas as ações da maioria das empresas dos setores de tecnologia, eletrônica, telecomunicações e biotecnologia. Por esse motivo, ela acaba atuando como uma espécie de termômetro do desempenho desses setores. 

Por outro lado, a NYSE tem mais papéis das chamadas empresas tradicionais como, por exemplo, os grandes bancos. Nos últimos anos, no entanto, ela vem se esforçando para tentar aumentar o número de empresas listadas pertencentes aos setores da nova economia. Apesar disso, ela ainda está longe da vizinha NASDAQ.

Como investir em ações da bolsa de Nova York? 

Você, como investidor, provavelmente deve estar se perguntando se é possível investir em ações na NYSE. Existem sim algumas formas de se fazer isso, e a seguir falaremos de quais são as suas opções.

 

Abrir uma conta em uma corretora norte-americana

A primeira opção para conseguir negociar as ações que você tem interesse diretamente na NYSE é por meio da abertura de uma conta em uma corretora de valores norte-americana. Entretanto, esse não é um processo tão simples quanto parece. Isso porque a burocracia é grande e o custo do processo é alto, já que tem que ser convertido em dólar. Portanto, essa forma é vantajosa apenas para quem tem uma quantia razoável de capital.

 

Investir em fundos de investimento

A outra forma de investir na New York Stock Exchange é aplicando o seu dinheiro em fundos de investimentos que possuem ações no exterior na carteira. Além disso, quem não tem muita experiência com a renda variável ou mesmo com o mercado internacional, poderá contar com o expertise do gestor do fundo. 

 

Adquirir ETFs baseados nos índices americanos

Por fim, você também poderá investir em Exchange Traded Funds (ETF), fundos com cotas negociadas na bolsa de valores que tem como benchmark algum índice das bolsas americana. No caso dos ETFs negociados na B3, eles estão baseados no S&P 500, que são o iShares S&P 500 (código IVVB11) e o It Now S&P 500. 

Conhecer o funcionamento da NYSE e entender como ela pode influenciar o mercado de renda variável no Brasil é muito importante para todos os investidores que possuem capital na B3. 

Acesse o blog do Capital Research e mantenha-se informado sobre o mercado financeiro e quais os melhores investimentos. Além disso, escolhendo um dos nossos planos você terá acesso a conteúdos exclusivos, cursos gratuitos e assessoria para investimentos.

Recomendados

Investimentos

Bolsa de Valores: o que é, qual sua importância e 5 razões para investir

A Bolsa de Valores pode ser uma maneira de aumentar a rentabilidade dos seus ...

1 ano atrás

Investimentos

Aluguel de ações: O que é e quais as vantagens da operação

Vale a pena optar pelo aluguel de ações? Como funciona a operação e para qual ...

9 meses atrás

Investimentos

BCFF11: tudo sobre o fundo imobiliário do banco BTG Pactual

BCFF11 é um fundo de investimento imobiliário do banco BTG Pactual. Conheça ...

8 meses atrás